22 de maio de 2024

FAZER AQUI

Blog do Apostador on-line, dedicado a dicas das melhores casas de apostas, prognósticos e palpites de partidas de futebol no Brasil e Mundo

Após derrota Bolsonaro agrediu Michelle com tapas e empurrões, afirma deputado

3 min read

Um ex-aliado do presidente derrotado Jair Bolsonaro (PL) acusou o político de bater na primeira-dama Michelle Bolsonaro.

O deputado federal Julian Lemos (União-PB) disse, para o podcast “Arretado”, que uma das agressões foi após a esposa do presidente colocar silicone nos seios. De acordo com ele, o casamento dos dois é de “fachada”.

“É de fachada, fachada [sobre a relação de Bolsonaro e Michelle]. Ela não aguenta nem ver ele. Ele [Bolsonaro] deu uns tapas nela, durante as primeiras férias dele, em que ele foi para uma ilha. Ela foi colocar um silicone e ele deu uns tapas nela dentro de casa. E agora deu outros empurrões nela de novo”, completou.

Ainda durante o decorrer do bate-papo, o deputado afirma que Bolsonaro havia dado tapas e empurrões em Michelle durante suas primeiras férias, momento que os dois haviam ido para uma ilha. Julian ainda enfatizou que Michelle não havia comparecido no primeiro discurso de Bolsonaro após a derrota para Luiz Inácio Lula da Silva (PT), afirmando que os motivos era o fato da primeira-dama estar “toda marcada”.

 

Julian lemos foi “coordenador de campanha de Bolsonaro no Nordeste” nas eleições de 2018. Contudo, um ano após o início do mandato presidencial, ele já se mostrava insatisfeito com Bolsonaro.

SIGA-NOS 

Julian lemos foi “coordenador de campanha de Bolsonaro no Nordeste” nas eleições de 2018. Contudo, um ano após o início do mandato presidencial, ele já se mostrava insatisfeito com Bolsonaro.

Ele fez diversas denúncias na imprensa contra Eduardo Bolsonaro. Em uma delas, em 2020, Lopes disse que o filho do presidente utilizou recursos do fundo partidário para dar entrada na compra de um apartamento.

BHAZ procurou posicionamento do presidente e de Michelle, por meio da assessoria do Palácio do Planalto, mas ainda não obteve retorno. Tão logo se manifestem, esta matéria será atualizada

Bolsonaro e Michelle

Na semana que antecedeu o segundo turno das eleições, a imprensa notou que Jair Bolsonaro e Michelle não se seguiam mais no Instagram.

Após a repercussão sobre o unfollow, a primeira-dama se manifestou pelas redes sociais e afirmou que o casal está bem e que não é o presidente quem administra as próprias redes sociais.

“Esclarecendo a matéria de hoje sobre o meu marido ter deixado de me seguir em seu Instagram, conforme o Jair explicou em várias lives quem administra essa rede não é ele. Eu e meu esposo seguimos firmes, unidos, crendo em Deus e crendo no melhor para o Brasil. Estaremos sempre juntos, nos amando ‘na alegria e na tristeza’…”, escreveu ela.

Deputado intitula Carlos Bolsonaro como ‘sociopata’

Ainda durante o bate-papo, o deputado, que havia sido aliado do governo de Bolsonaro, teceu críticas à Carlos Bolsonaro (Republicanos), atual vereador do Rio de Janeiro e filho do presidente.

Segundo Julian, no momento que Jair Bolsonaro tomou a decisão de nomear Bebianno, Carlos tomou a decisão de mudar as senhas da rede social de seu pai, sumindo em seguida. Cabe lembrar que Bebianno faleceu vítima de um infarto durante março de 2020.

Compartilhe isso:

TV MRNews Não perca também: