18 de abril de 2024

FAZER AQUI

Blog do Apostador on-line, dedicado a dicas das melhores casas de apostas, prognósticos e palpites de partidas de futebol no Brasil e Mundo

Setor florestal e expansão econômica de MS são destacados em lançamento de plano nacional

3 min read

Com milhares de hectares já ocupados por florestas plantadas, Mato Grosso do Sul aparece em posição de destaque no setor florestal, área que surge recentemente como um dos expoentes econômicos do Brasil e, atualmente, um dos principais do território sul-mato-grossense, em especial para o setor de celulose – que lidera as exportações locais.

Diante desse panorama, o governador Eduardo Riedel, o vice José Carlos Barbosa (Barbosinha) e o secretário Jaime Verruck (Meio Ambiente e Desenvolvimento) participaram nesta tarde do lançamento do Plano de Desenvolvimento de Florestas Plantadas 2024 e do Painel da Floresta+. Ambos eventos foram realizados em Brasília (DF).

Encabeçado pelo Ministério da Agricultura, comandado pelo ministro Alexandre Fávaro, o plano aponta adequações das estratégias de sustentabilidade para a silvicultura brasileira, além de todo o setor florestal. Também esteve presente no evento a ministra do Meio Ambiente e Mudança Climática, Marina Silva, entre outras autoridades da esfera federal.

“O lançamento desse plano é importante, tem um simbolismo de passar a mensagem de que a floresta plantada, além de toda consequência econômica, social e de desenvolvimento, ela também é altamente sustentável no processo de captura de carbono, de contribuição para o balanço de carbono que Mato Grosso do Sul tanto almeja chegar até 2030, com o carbono neutro”, frisa Eduardo Riedel em entrevista ao final do evento.

O governador ainda seguiu destacando que parte do crescimento de 6,6% do PIB (Produto Interno Bruto) sul-mato-grossense em 2023 ocorre pelo desenvolvimento do setor florestal. “Temos o terceiro maior crescimento do país, taxa de desemprego baixa, a segunda menor taxa de pobreza. Isso é consequência não só de vários investimentos, mas dessa contribuição”.

Floresta plantada é agro sustentável

Eduardo Riedel destaca também que o plano apresentado é moderno, contemporâneo e tem objetivos claros, itens que Mato Grosso do Sul já adota há alguns anos e, segundo ele, “é responsável por parcela importante do desenvolvimento gerado em Mato Grosso do Sul”.

“Ser altamente sustentável está na essência do agronegócio sul-mato-grossense. Os produtores de Mato Grosso do Sul estão de parabéns, pois adotam o plantio direto, tecnologia, genética, sanidade, máquinas de alta eficiência e baixa emissão carbono em todas cadeias produtivas, desde os grãos, cana e floresta plantada, até pecuária de corte, suínos e aves. Temos um agro referência para Brasil e isso nos dá muito orgulho”, frisa Riedel.

Além disso, a capacidade do Estado em mostrar suas potencialidades para o Brasil e o mundo também foram lembradas. “Isso é importantíssimo, pois abre oportunidade de atração de capital, abre oportunidade para que conheçam nossa realidade em Mato Grosso do Sul. Estamos nessa agenda internacional buscando nos colocar cada vez mais, com essa visão atual, moderna, e que possa resultar em oportunidades para a nossa gente”, finaliza o governador.

Nyelder Rodrigues, Comunicação Governo de MS
Foto de capa: Guilherme Martimon/Mapa
Galeria 1: Guilherme Martimon/Mapa
Galeria 2: Eduardo Teles

ATENÇÃO: confira aqui no pack imprensa as imagens de apoio e sonoras do evento em Brasília


Relacionada:

Riedel diz ao setor florestal que MS está preparado para receber grandes investimentos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may have missed