18 de abril de 2024

FAZER AQUI

Blog do Apostador on-line, dedicado a dicas das melhores casas de apostas, prognósticos e palpites de partidas de futebol no Brasil e Mundo

Tecnologia auxilia no planejamento dos cardápios da alimentação nas escolas estaduais de MS

2 min read

Com um orçamento de aproximadamente R$ 63 milhões para o ano de 2024 destinado para a aquisição de gêneros alimentícios no atendimento da alimentação escolar dos estudantes da REE (Rede Estadual de Ensino), as unidades escolares contam com o apoio de nutricionistas da SED (Secretaria de Estado de Educação), por intermédio da Coale (Coordenadoria de Alimentação Escolar), e também com o suporte de um software que auxilia no planejamento dos cardápios.

O Cheff Escolar, programa desenvolvido junto com nutricionistas da SED, auxilia os gestores escolares na escolha dos cardápios das refeições oferecidas nas escolas da REE.

Segundo Jackeline Veras de Souza, coordenadora da Coale, cada escola tem acesso ao sistema e escolhe, dentre as sugestões de cardápios disponíveis, aquele que melhor se adequa às características da unidade escolar, como escolas indígenas e unidades que ofertam a Educação em Tempo Integral.

“Os nutricionistas planejam os cardápios levando em consideração valores nutricionais necessários nas refeições e, a partir daí, é planejado o cardápio para atendimento do semestre”, explica Jackeline.

A coordenadora explicou que, ao longo do ano, são realizadas visitas técnicas dos nutricionistas e conselheiros da alimentação escolar para acompanhar e orientar sobre a execução do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) nas escolas.

No ato da aquisição dos gêneros é importante destacar o percentual a ser utilizado nas escolas. O recurso destinado à alimentação escolar conta com um montante específico de no mínimo 30%, que deve ser utilizado na aquisição de produtos provenientes da Agricultura Familiar.

O sistema Cheff Escolar, além de auxiliar os gestores no planejamento de cardápio, ainda ajuda na lista de compras, nos processos licitatórios (chamada pública e pregão presencial), bem como na prestação de contas.

“A alimentação escolar é primordial para que os estudantes possam aprender melhor e ter um desempenho escolar mais satisfatório, assim como uma boa infraestrutura e profissionais capacitados para o atendimento dos alunos”, finaliza Jackeline.

Jackeline Oliveira, Comunicação SED
Fotos: Ricardo Agra/SED

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may have missed