18 de abril de 2024

FAZER AQUI

Blog do Apostador on-line, dedicado a dicas das melhores casas de apostas, prognósticos e palpites de partidas de futebol no Brasil e Mundo

Professor engaja estudantes com plataformas digitais para o ensino de matemática

3 min read





Plataformas como Khan Academy e Tarefas SP são usadas em aulas de matemática e física do Ensino Médio na EE Oswaldo Aranha



 

O aprendizado em sala de aula tem sido otimizado pela utilização de plataformas digitais da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP). Como o universo digital faz parte do cotidiano dos alunos, a inserção de aplicativos na didática de ensino torna-se útil na resolução de exercícios e fixação dos conteúdos. No caso da Escola Estadual Oswaldo Aranha, localizada na zona sul da capital, o ensino de matemática e física do professor Henrique Damasceno ficou mais dinâmico e participativo.

Durante as aulas de matemática das três séries do Ensino Médio, o uso do aplicativo Tarefas SP auxilia os alunos na resolução de exercícios selecionados pelo professor e colocados na plataforma. “Consigo, por meio da ferramenta, retomar conteúdos que os alunos tiveram mais dificuldade a partir dos erros e acertos que acompanho de cada um”, explica o professor Henrique.

Já o Khan Academy possui uma interface que lembra a dos jogos virtuais, com medalhas e pontuação, estimulando os alunos a seguirem realizando as atividades e melhorando a performance com recursos de gamificação. “Os conteúdos ficam dinâmicos, tem vídeos e fica mais fácil estudar”, comenta Bruno Silva Pereira, aluno da 3ª série do Ensino Médio.

No processo de preparação das aulas, simuladores de física, desenvolvidos por universidades internacionais, também foram importantes para atrair a atenção dos alunos para além dos recursos típicos da sala de aula. Com o uso de vídeos e imagens, os conteúdos ganharam mais dinamismo e foram fundamentais inclusive no aumento do interesse dos alunos pela disciplina, segundo o professor Henrique: “Sempre gostei de trabalhar com simuladores na minha formação e utilizá-los em sala de aula também foi útil para atrair a atenção dos alunos”.

As dificuldades de alguns alunos no aprendizado dos conteúdos também leva o professor à utilização dos aplicativos no reforço e recuperação, permitindo que sejam revisados os temas que tenham obtido baixo número de acertos nas questões propostas nas plataformas. “A tecnologia ajudou muito a gente a entender o conteúdo e visualizar melhor”, conclui Raice Alves Almeida, aluna da 2ª série do Ensino Médio, sobre os avanços no dia a dia em sala de aula com a chegada dos dispositivos digitais.

Mais matemática

Além do Khan Academy e do Tarefas SP, a Seduc-SP oferece aos alunos menores — do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental — a plataforma Matific, que também apoia o aprendizado de matemática. Todas as ferramentas estão disponíveis a todas as escolas da rede estadual de ensino e podem ser acessadas por meio do Centro de Mídias da Educação de São Paulo.

Para aprimorar o ensino-aprendizagem na rede estadual, a Seduc-SP ampliou em 60% o tempo destinado à aprendizagem de língua portuguesa e em 70% à matemática do Ensino Médio a partir deste ano, além de incluir aulas de geografia, história e física na 3ª série do Ensino Médio. Outra novidade é a inclusão de aulas de educação financeira para estudantes dos 8º e 9º anos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *