10 de agosto de 2022

FAZER AQUI

Blog do Apostador on-line, dedicado a dicas das melhores casas de apostas, prognósticos e palpites de partidas de futebol no Brasil e Mundo

IMAGENS FORTES: Médico é flagrado em imagens e preso após abusar de uma paciente durante o parto – SERIES NEWS

2 min read
IMAGENS FORTES: Médico é flagrado em imagens e preso após abusar de uma paciente durante o parto   SERIES NEWS

IMAGENS FORTES: Médico é flagrado em imagens e preso após abusar de uma paciente durante o parto SERIES NEWS

Um médico anestesista Giovanni Quintella Bezerra, acabou preso em flagrante durante a última madrugada. Ele foi preso pela Delegacia da Mulher de São João de Meriti, após denúncias feitas pelos próprios colegas de trabalho.

Os funcionários que fizeram a denuncia, gravaram as cenas perturbadoras e revoltantes do médico em ação. Logo a filmagem repercutiu deixando milhões de pessoas revoltadas.

Uma paciente estava dopada, para o procedimento de cesárea no hospital que fica em Vilar dos Teles, São João de Meriri, no estado do Rio de Janeiro. Contudo durante o procedimento de parto, o médico foi filmado abusando da paciente.

Durante a filmagem feitas, os funcionários flagraram o médico colocando suas partes íntimas na boca da paciente. Algo extremamente inaceitável e doentio, rapidamente o caso viralizou na web.

Giovanni era um dos médicos em execução do parto, os outros estavam ficados em trazer a criança ao mundo e não se deram conta do que acontecia. Como a parte de cima da mulher fica coberta, eles não perceberam a ação do médico durante o parto.

Os funcionários que filmassem a cena, falaram que já estavam desconfiados que o médico abusava das pacientes. A outras suspeitas de abuso que vieram à tona após essa ganhar repercussão nacional.

Veja as imagens absurdas que foram gravadas pelos funcionários CLICANDO AQUI!

O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro, já nesta segunda, dia 11 de julho, abriu um processo para expulsar o médico.

GLOBO NOTICIOU

A TV Globo teve acesso ao vídeo da prisão (veja acima). Giovanni foi indiciado por estupro de vulnerável, cuja pena varia de 8 a 15 anos de reclusão.

O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) abriu nesta segunda-feira (11) um processo para expulsar Giovanni.

Clovis Bersot Munhoz, presidente do Cremerj, disse que “as cenas são absurdas”.

A Fundação Saúde do Estado do Rio de Janeiro e a Secretaria de Estado de Saúde, a que o Hospital da Mulher de Vilar dos Teles, em São João de Meriti, está subordinado, repudiaram em nota a conduta do médico anestesista.

“Informamos que será aberta uma sindicância interna para tomar as medidas administrativas, além de notificação ao Cremerj. A equipe do Hospital da Mulher Heloneida Studart está prestando todo apoio à vítima e à sua família”, afirmaram.

“Esse comportamento, além de merecer nosso repúdio, constitui-se em crime, que deve ser punido de acordo com a legislação em vigor”, emendaram. A direção do hospital informou que abriu uma sindicância interna e notificou o Cremerj.

A defesa do anestesista disse que aguarda acesso à íntegra dos depoimentos para se manifestar (veja a nota completa mais abaixo).

Compartilhe isso:

TV MRNews Não perca também:

CategorySeries de TV